RosindoTorresmontagem.jpg

TRABALHOS

Atributos para jovens rebelde, 2021

Conjunto expositivo com 12 imagens. Pintura vinílica sobre pôsteres. 79 x 177 x 4 cm (39,5x29,5x4cm cada). Galeria CASATATO/SP.

A prática de perceber, selecionar e colecionar, se tornaram um hábito e necessidade visual afetiva. Essas ações estabeleceram fortes relações e conexões com as imagens, sejam nos álbuns de figurinhas, nas enciclopédias, nos gibis, nos pôsteres populares, nos livros de contos, nas bíblias ilustradas e nos materiais de refugos. Esses materiais imagéticos encontrados, apropriados e adquiridos, tornaram-se inventários de memórias e experiências de vida, quando investigados são reapresentados através dos remanejados composicionais e das sobreposições de veladuras picturais e gráficas sobre reproduções e impressões, *“transfigurando e realocando [...] interrogando, [...] formalizando um processo simbólico de decolonização”.

 

* “Imagens inquietantes de Rosindo Torres”, Almerinda Lopes, XIII Congresso CSO2022,

Lisboa, Portugal

 

MINI BIO

Artista visual desde 1994, trabalho e resido em Vila Velha /ES, formado em Licenciatura em artes plásticas e mestre em Teatro, educação e cultura, e através de oficinas e residências com artistas visuais do universo da arte contemporânea brasileira. Participações de exposições de curadorias

individuais e coletivas, premiações em salões nacionais, mostras em instituições culturais e museus de arte. Através de apropriações, utilizo da pintura, do desenho, da montagem e da performance como meios para a realização das práticas artísticas, que intuitivamente, provocam o ressurgimento de conceitos, referências, associações e visões arquivadas dos meus experimentos de vida, onde a curiosidade aliada as formações e pesquisas com a teologia, a filosofia, a sociologia e a fenomenologia, contribuem para minha visão particular de territórios transitórios.