Marta Suzi.jpg

MARTA SUZI, Bahia

Fotografia

Balé dos Tesouros Submersos

um ensaio abstrato, realizado no Baixo Sul do Estado da Bahia, região de abundante vegetação da Mata Atlântica e rios, cujas correntezas encantam com o balé da vegetação submersa sob os reflexos do sol, dourando as cores da natureza. Divagando nos pensamentos, percebe-se que tudo é moldável, nada se mantém estático, assim como o fluxo das águas. Aquela vegetação, embora nascida sob uma forma padrão, oferece-se à vida em contornos e performances por impacto do que lhe perpassa os caminhos. Passa o tempo, passam as águas e a sua natureza permanece em espetáculo do silencioso som e balé.

Administradora, com 30 anos no exercício de Gestão de Empresas, em 2015 assumiu a fotografia,

realizando um mergulho na formação técnica; visitando eventos populares para registro documental da diversidade do povo e seus costumes, a sua relação com a natureza, principal fonte de inspiração e expressão, vindo a imprimir uma linguagem artística e desruptiva autoral, através de pesquisas na área da arte – sob construção de novos significados, levados a algumas paredes para decoração de ambientes e exposições.

Atualmente Membro do Salvador Foto Clube como Diretora do Conselho Fiscal – biênio 2020-2021; participou das exposições coletivas:
Caminhos do Sertão (2018 – Salvador-Ba);
Mar da Bahia (2018 – Salvador-Ba);

Baiana - Iê Acarajé Iê Abará; (2019 – Salvador-Ba);
Cores, Amores, Recantos...Bahia (2020 – MAM - Salvador-Ba);
Salvador do Povo, de Lina de Todos os Santos (2020 – MAM - Salvador-Ba
Exposição no Agosto das Artes pela Doc-Expoe (2020 – Salvador-Ba);
participação em co-autoria no Livro ArteGente – SobreGentes Editora, lançado em 2020.

(Texto extraído do portfólio da artista)

 

Observação da organização:

Os trabalhos expostos na exposição virtual, podem sofrer alterações de tamanho para não ficarem prejudicados a visualização pela web.