11 Jussara Marangoni.jpg

JUSSARA MARANGONI, São Paulo.

(conteúdo retirado do portfólio da artista)

TEXTO SOBRE AS OBRAS

 

Série Sopros

Nessa série de desenhos realizados com carvão sobre papel, aproximo plantas de existências variadas, aplicando sobre elas uma névoa que apaga parcialmente os traços, feito um sopro que movimenta o mundo em uma onda incansável.

Sopros reúne a biodiversidade em espaços que acolhem formas híbridas, oriundas da presença dessas ondas. Trata-se de trabalhos realizados a partir de uma vasta pesquisa de registros fotográficos de raízes, troncos e sementes em processo de germinação e crescimento.

Série Cordis

Na série Cordis busco aproximar a pesquisa realizada com as imagens de raízes, veias e afluentes que reúno desde 2018, desta vez associando-as a órgãos vitais destituídos de corpos. Talvez seja esta a melhor relação possível com o conjunto de corações petrificados que aparecem nas obras, cujas veias – seus rios – são como raízes profundas.

Essa série de aquarelas também pode ser lida como a representação de vísceras vivas situadas em lugar nenhum. Não há fundo: tudo o que existe são órgãos, sem corpos, sobre o branco do papel, em busca da profundidade da terra, como fazem as raízes.

MINI BIO

 

Jussara Marangoni nasceu em São Paulo, vive e trabalha em Araçatuba. Graduou-se em Artes na FAAP e concluiu mestrado em design pela UNESP. É professora de artes, tendo colaborado com universidades como Mackenzie, FAAP, Santa Marcelina, Belas Artes, PUCSP e oficinas no SESC. Foi assistente do artista Nelson Leirner por treze anos, antes de transferir-se para o interior do Estado. 

 

Participou de residências artísticas, exposições em espaços independentes, museus, galerias, centros culturais dentre eles: Bienal Oswaldo Goeldi – Taubaté, SP (2020); Impermanência - Casa Tato -  São Paulo, SP (2020); Entretecidas - Centro Cultural UFSJ, MG (2020); Das ruínas em construção - Centro de Artes da UDESC – Florianópolis, SC (2019); Raiz, veia, afluente - Museu de Arte de Blumenau, SC (2019); Entretecidas -  Museu de Arte de Cascavel, PR (2019);  IV Bienal do Sertão de Artes Visuais, Teresina, PI (2019); Raiz, veia, afluente  - CCW Ribeirão Preto, SP (2019); Espaços Solitários – Casa da Memória Italiana – Ribeirão Preto, SP (2019).

 

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube