DANIELA MARTON

SOBRE O TRABALHO

A respeito das obras, as inspirações vêm das situações presentes no dia-a-dia das pessoas. Essas situações por sua vez me inspiram a pintar utilizando diferentes cores, formas, movimentos e texturas, tento assim expressar os sentimentos e sensações que essas situações cotidianas me causam.

Dessa forma cada quadro acaba contando e criando uma história a respeito dos sentimentos humanos. Os quadros acabam transmitindo ao espectador um olhar diferente sobre essas vivencias humanas.

 

Dessa forma, busco na arte uma forma de mudar o olhar das pessoas em relação ao mundo, transmitindo diferentes emoções e sensações.  Essa pluralidade das expressões humanas nos faz mergulhar em dois mundos. Uma seria em relação as expressões físicas das nossas emoções e o outro se refere ao nosso eu interior, que por vezes nos modifica como pessoas. Para isso acabo me apropriando de duas técnicas distintas, a tinta a óleo e a tinta acrílica, de modo a criar dois universos: um figurativo e outro abstrato. Cada universo criado tem a sua própria peculiaridade e sutileza em transmitir esse novo olhar sobre os sentimentos humanos.

No universo figurativo os sentimentos acabam sendo mais intensos devido as pinceladas bem marcadas e a expressividade presente nos rostos de cada um dos personagens das obras. Esta técnica acaba criando um impacto no observador, de modo a fazê-lo analisar com atenção a situação expressa naquele quadro, que por vezes o expectador acaba se identificando. Com isso busco que o espectador se identifique com esses sentimentos, já vivenciados ao longo de sua vida, porém, com um novo olhar sobre eles.  

 ​

Já o universo abstrato é marcado pelo mundo das sutilezas onde as sensações presentes não são tão explicitas quanto no universo figurativo, esse universo abstrato permite a cada observador criar a sua própria história, imaginar o seu  universo particular de sentimentos e sensações de modo a recriar um novo olhar sobre as sensações que esses quadros o remetem.

MINI BIO

italo-brasileira, é estudante de artes visuais ( licenciatura) pela Faculdade de Artes do Paraná ( FAP) está cursando o 2o ano. Arquiteta formada pela Universidade Mackenzie. Pós-Graduada em Gestão de Projetos na Construção Civil pela USP. Sempre se interessou por artes desde criança. Fez alguns cursos de desenho ao longo dos anos. Frequenta o curso de extensão de Tridimensional na FAP.

 

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle