AndreaCanto.jpg

TRABALHOS

Através da pintura sinto a liberdade de criar novos mundos, espaços diversos, fluidos, imaginários, possibilidades. Como objeto de estudo elegi a cadeira, para mim ela representa as memórias de uma casa, o espaço interior, silêncios, aconchego, espera, descanso Memórias de um lugar. A lembrança do corpo. E junto, "veio" também a espacialidade na pintura. A questão do espaço. Em cenários como um quarto ou uma provável sala, nem sempre muito definidos, gostaria que o visitante tenha a sensação de entrar, de estar no quadro, se possível, que ele seja puxado para dentro desse mundo de ausências ou de quase presenças. Espaços pictóricos que ramificam também em outros caminhos; séries das paisagens quase abstratas ou na série das praias. Gosto de usar a tinta acrílica pela rapidez, pela fluidez que ela proporciona.

 

Fuga - 2018

Acrílica e óleo s/tela, 120x150 cm.

Paisagem imaginária 1 - 2022
Acrílica s/tela, 90x145 cm.

 

Paisagem imaginária 2 - 2022
Acrílica e nanquim s/ tela, 90x145 cm.

Pequena paisagem - 2022

Acrílica s/tela, 80x40 cm.

 

Sem título - 2008

Acrílica s/tela, 124x85cm.
 

MINI BIO

Andrea Canto nasceu em 1964, no RJ, onde vive. Trabalha principalmente com pinturas, onde a espacialidade é uma das questões, tanto em ambientes domésticos, interiores, quanto em paisagens quase abstratas. Trabalhou com cenografia e figurino. Teve aulas na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, RJ com Luis Áquila, Mollica, Luiza Baldán. Participou de Exposição individual no Centro Cultural dos Correios, RJ e algumas coletivas, entre elas, na Galeria do Lago, Museu da República (RJ) onde o trabalho foi em dupla e executado na própria galeria.