Ana.jpg

ANA KRUSCHEWKY, Bahia

Fotografia

YèYé Omó Ejá – Mãe dos Filhos Peixe

As imagens deste ensaio foram realizadas no dia 02 de fevereiro em Salvador e 03 de fevereiro em Amoreiras durante os rituais religiosos que compreendem a celebração de Iemanjá, que acontecem a beira mar.

Tive como objetivo fotografar de forma poética vários elementos relacionados à construção do ritual da festa de Iemanjá, principalmente a fé, devoção e obrigação das pessoas com a Rainha do Mar.

Em todas as celebrações o que mais despertou a minha atenção foi a mistura das linguagens buscando comunicação com o sagrado. A fé, as oferendas, a música, as danças, o transe, proporcionam um verdadeiro espetáculo de emoção para todos que participam ou assistem.

MINI BIO

Ana Kruschewsky é baiana, natural da cidade de Salvador.
Atualmente dedica-se a fotografia documental e artística visando um trabalho interpretativo e poético acerca de determinado tema. Por trás das lentes, procura expressar emoções vividas ao longo de sua história, retratando, poeticamente, sempre com muita sensibilidade e emoção. Atualmente é membro do Salvador Foto Clube.

No dia 19/10/2019 tornou-se membro e embaixadora da Divine Académie Française des Arts Lettres et Culture.

A partir de Janeiro de 2021, sua obra" Galope Agreste" que participou da exposição "Cores, Amores, Recantos... Bahia" no Museu de Arte Moderna da Bahia, passou a integrar o acervo desse museu (Museu de Arte Moderna da Bahia- MAM).