Ama Luna.jpg

AMA LUNA, São Paulo

Pintura

SOBRE OS TRABALHOS

As obras selecionadas são três séries distintas produzidas entre 2108, 2019 e 2020. A mais recente finalizada em 2020 é homenagem a artista/educadora e pesquisadora Fayga Ostrower.

 

A série intitulada Cristais de Fayga é composta por três obras, nasceu a partir da leitura aprofundada de seus principais livros: Coleção Caderno de Desenhos; A Grandeza Humana; Acasos e Criação Artística; Universos da Arte e Criatividade e Processos de Criação. E do mapeamento de emoções e insights desse processo,  resultaram vídeos experimentais de movimentos das tintas, autorretratos, prints fineart, poesias, reflexões e a criação de um caderno de pesquisa.

 

A obra Eu, faz parte de uma série chamada ID (identidade) iniciada em 2018. Composta por obras únicas desenvolvidas em papel aquarela, essa serie é um estudo da identidade do Artista, onde se busca perguntar: Quem sou eu?

O desenho das mãos e as ramificações trazem essa série algo único, quase como uma digital. Mesmo que se pinte a mesma mão várias vezes, o resultado sempre será uma obra única, pois a união de água e nanquim sobre papel torna o processo livre e incontrolável trazendo movimento e características peculiares as obras.

 

A última obra e não menos importante, faz parte da série My Colors, composta por cinco obras em papel aquarela tamanho A4. Essa serie é quase como uma autoanálise desenvolvida a partir do mapeamento do meu trabalho com objetivo de identificas as repetições dos últimos anos. As “respostas” temporárias, afinal estamos mudando constantemente, foram concretizadas nessa série, desvelando as repetições das cores roxo e laranja, as texturas orgânicas de terra/areia/argila e ramificações que remetem a raízes das árvores, veias e sinapses neuronais.

(Texto extraído do portfólio da artista)

 

Observação da organização:

Os trabalhos expostos na exposição virtual, podem sofrer alterações de tamanho para não ficarem prejudicados a visualização pela web.

MINI BIO

Ama Luna é psicóloga, fotógrafa e artista plástica. Sua pesquisa discuti a relação entre Arte e Existência, sendo a criação artística um meio de nos aproximarmos de nós mesmos, e não algo vinculado apenas a uma arte elitizada nas paredes de galerias e museus.

Arte é sobre a existência humana somos nós que produzimos, criamos, ressignificamos e atribuímos sentido a Arte.

Atualmente cursando mestrado em Psicologia e Políticas Publicas na Universidade Católica de Santos, ampliando suas pesquisas e produções pessoais sobre o tema Psicologia e Arte.

Nesse aspecto seus estudos sobre Filosofia, Fenomenologia Existencial, Psicologia, Políticas Públicas, Neurociência e Desenvolvimento Humano possibilitam uma perspectiva pessoal e profissional articulada entre Ciência, Arte e Saúde Mental.